segunda-feira, janeiro 29, 2018

POR UM ACORDO COLETIVO CONTRA OS TPC!!

Vamos acabar com o "massacre" às nossas crianças!!
Vamos acabar com os T.P.C.!!
Há professores que parece que gostam de levar eles próprios "T.P.C." e por isso enchem os seus alunos deles. Certamente que a estes professores não os incomoda a carga burocrática que, há uns anos, acrescentaram à sua profissão e preferem passar horas intermináveis à volta da burocracia ou a corrigir os T.P.C. dos seus alunos, em vez de com eles trabalharem e se envolverem em projetos de aprendizagem mais frutíferos e prazeirosos - "prazer é pecado"!! Não se pode ter na escola.
Pior, se os alunos destes professores não fazem os T.P.C., ou parte deles que seja, ficam no recreio a fazê-los. A Escola é para castigar!! Só assim conseguirão aprender.
Falamos de crianças de 6/7 anos, do 2.º ano de escolaridade, que passam cerca de 8h30 na escola, por dia, das quais 6h são passadas sentadas em sala de aula, na maior parte dos dias.
Nunca pensei, em tempos de Democracia saber e assistir a tamanho retrocesso nas nossas escolas e a tamanho "massacre" das nossas crianças. Daquelas que estão em idade de brincar, de saltar, de pular, de cantar e de "fazer de conta".
Tudo serve de pretexto para justificar tamanha enormidade e violência. Sim, porque é de "violência" que se trata!! Contra os Direitos das Crianças!!
As justificações prendem-se - imaginem só:
- "Eles têm que estar preparados para as 'Provas de Aferição'! Se não for assim, não vão lá!" - claro que não, porque em vez de os professores trabalharem com eles em projetos de aprendizagem que lhes dêem prazer e de lhes incutir o gosto de aprender e desenvolverem em conjunto a criatividade, transformam-se em "carrascos controladores" dos T.P.C.;
- "Há pais que ainda pedem mais T.P.C.!" - mas tudo o que os pais pedem é bom? Quem são aqui os profissionais que devem defender os superiores interesses das crianças e explicar aos pais que em casa eles devem fazer outras coisas com os seus filhos? Coisas de que gostam: passear, brincar, ir ao cinema, jogar, cantar, ...
Pergunto-me: o que fazem estes professores com os seus alunos para eles aprenderem com gosto e manterem a sua curiosidade, para além de corrigirem os T.P.C.?
São os efeitos perversos das Provas de Aferição? O medo do impacto que estas possam vir a ter na avaliação de desempenho dos professores?
Serão os "efeitos do controle" (o autoritarismo de algumas lideranças ou o medo da perca de poder, procurando assim a proteção das hierarquias distantes que se fazem sentir dentro de cada um) que em alguns agrupamentos se faz sentir sobre os professores?
Num tempo em que se publica o "perfil dos alunos" e em que se põe em marcha um projeto de "Flexibilização Curricular", Senhor Ministro da Educação, por favor, proíba os T.P.C. até ao final do 1.º CEB!!
[Nota breve1: Desculpem-me o desabafo!! Hoje estou mesmo zangada!! Soube desta situação através de uma amiga que está horrorizada com o que estão a fazer à neta dela.]
[Nota breve2: Este desabafo refere-se, evidentemente, ao tipo de TPC "clássico", que Eduardo Sá menciona no seu artigo, cujo link vai aqui abaixo e ao qual diz que "já é tempo de os pais lhe fazerem greve"! Não sei se toda a gente sabe fazer esta distinção, mas aqui fica a observação.]

Link para o artigo de Eduardo Sá "Deixem os T.P.C. em paz!": https://www.eduardosa.com/blog/a-escola-toda/deixem-os-trabalhos-de-casa-em-paz/

  Foto de: http://www.terapiadecrianca.com.br/brincadeira-de-crianca/